Abrindo 2011

Não vamos fazer caso por já estarmos em Fevereiro. Não importa! Janeiro é mesmo um mês à parte no calendário. O calor é insalubre e a necessidade de se desligar do mundo impera. Mas meados de Fevereiro já é tempo de reagir e engatar a vida no novo ano.

Andei sumida. Me condicionei aos 140 caracteres. E resumi a vida a isso, à repetição de algo interessante que outro limitou, à reprodução de uma nota que a mídia enxugou e à minha própria cool limitação.

Enganam-se os que interpretam a limitação como algo ruim. Por vezes a limitação é muito mais estimulante do que a liberdade absoluta. Afinal, quantas decisões não tomamos a partir do imperativo urgente de ser livre? E quantas dessas decisões não são equivocadas? Enfim, só o devir da vida nos dá respostas.

Pois bem, da liberdade do blogger me travei sem ter muito o que partilhar, e da limitação do twitter me liberei. Um paradoxo fértil para elaborar as estratégias de sobrevivência em 2011: operar com intensidade nas situações de limitação, e não me limitar da obsessão da liberdade.

Um 2011 proveitoso!

Comentários

Bom dia
CONVITE
Passei aqui lendo.
Sou um leitor assíduo de blogues.
Mas, estou lhe convidando a visitar o meu blogue. Muito Simplório, e se possivel seguirmos juntos por eles.
Estarei lhe esperando lá. Lhe desejando um Tempo de Paz e harmonia Espiritual.
Te espero lá, com um...
Abraço Fraterno

Postagens mais visitadas deste blog

Tirania, autoritarismo ou despotismo

Assisti Clube da Luta, Vinicius