Pagando pra ver

Apagaram-se as luzes e começa uma animação que me dá informações de como devo me comportar no cinema. Extintores, luzes de emergência, pode pipoca, desliga celular. Ao final da animação a enorme logo da empresa seguradora daquela sala de exibição. Adestramento lúdico, mas adestramento.

Me aconchegando no escurinho e brota na tela um vídeo clipe. Dia ensolarado, Skate, rock, dança, juventude, cenas ao ar livre, tudo mágico, o mundo é perfeito. Um rapaz cantarola a alegria de viver, de colocar um sorriso no rosto de alguém, tudo pelo simples consumo de um refrigerante. Já tomei vários e não vi um centésimo daquela apoteose. Do refrigerante o que tenho de grandioso é problema gástrico. Mas ainda assim eu tomo!

Agora invade a tela imagens e vozes suaves de mulheres agarradas ao seus rebentos. Falando descontraidamente do quanto é gostoso e importante o carinho e o cuidado. E esse tal carinho vai sendo remetido no passo a passo da gravidez, ao momento do parto, e avança para os primeiros meses de vida das crianças. Ao fim o sentimento exaltado desde o início da gravidez se resumo à marca Jonhson e Jonhson. Se você não foi criado com todo amor e carinho, já sabe: a culpa é da sua mãe que não te criou imerso em Jonhson e Jonhson.

Finalmente entra um filme de longa metragem. Não especificamente um filme, mas um trailler de um. Sendo chata, o trailler de vários. Enfim, relaxa e seleciona se vai ou não assistir às próximas estréias. E se essa oportunidade de selecionar o que assistir não te interessar, o momento é propício pra dar uma ida ligeira ao banheiro, ou pra rever se o celular tá desligado mesmo. Lembra do adestramento?

Não sei a opinião de vocês, mas pessoalmente me sinto ultrajada quando pago caro pelo ingresso de uma sessão de cinema e na sala de exibição fico sendo bombardeada por propagandas. É AIG, coca-cola, Johnson E Jonhson, Tim, etc. Se é para me expor à propagandas, que reduzam o preço dos ingressos.

Comentários

Liou disse…
Interesante...
Em geral, não costumo ir em cinemas grandes, gosto muito dos alternativos de BH, então me poupo desses ocorridos.
Mas gosto de trailers - que não deixa de ser uma propaganda.
Fora isso, querer fazer descer goela abaixo outras/os, é tratar-me como um objeto de consumo.
Bju,
K.
Isabela Lennon disse…
Pior que é horrível mesmo ir ao cinema e ainda agüentar isso!!
Camilla Angelo disse…
Adorei o blog! Um bjo
Poetisa (Helena) disse…
Bem, realmente é um saco... Eu ri pq eu tava pensando "pelo menos minha mãe USOU Johnson & Johnson". O ingresso do cinema ESTÁ caro e eu fico chateada pq enquanto antigamente vc podia pagar e ver o filme qntas vezes quisesse desde que não saísse do cinema, hoje em dia vc paga, paga caro, e só vê o filme uma vez. E a pipoca é um preço extremamente injusto, também, rs.
Mas eu sentiria falta dos trailers, se tirassem (até pq geralmente eles me salvam de perder o filme quando eu me atraso...)

se puder, visite:

http://escrevoparaviver.blogspot.com
Poetisa (Helena) disse…
Só pra acrescentar: se puder, adiciona no msn: escrevoparaviver@hotmail.com
Não achei a porta pra pedir seguimento.

Postagens mais visitadas deste blog

Terra Selvagem

Tirania, autoritarismo ou despotismo